Alternativa FM ao-vivo

COMUNICADO


COMUNICADO

Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve, em especial, aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem, como já ocorreu.

A DIREÇÃO

ODONTOLOGIA DOUTOR SÉRGIO FLORÊNCIO

ODONTOLOGIA DOUTOR SÉRGIO FLORÊNCIO

MADEIREIRA NOSSA SENHORA APARECIDA NA BR-104 EM AGRESTINA TEMOS TUDO PARA SUA CONSTRUÇÃO

MADEIREIRA NOSSA SENHORA APARECIDA NA BR-104 EM AGRESTINA TEMOS TUDO PARA SUA CONSTRUÇÃO

AGRESTE EMPRÉSTIMOS

AGRESTE EMPRÉSTIMOS

POSTO E POUSADA ARAGUAIA E ÓTICAS CAROL EM AGRESTINA

POSTO E POUSADA ARAGUAIA E ÓTICAS CAROL EM AGRESTINA

J.E PROMOTORA

J.E PROMOTORA

PHARMÁCIAS BOM JESUS

PHARMÁCIAS BOM JESUS

NOVA INTERNET A PIONEIRA EM AGRESTINA

NOVA INTERNET A PIONEIRA EM AGRESTINA

ABATEDOURO NOSSA SENHORA APARECIDA

ABATEDOURO NOSSA SENHORA APARECIDA

JACKSON CELL

JACKSON CELL

PISCINA CLUBE VARIANTE EM AGRESTINA SEMPRE COM SHOWS AO VIVO NO FIM DE SEMANA

PISCINA CLUBE VARIANTE EM AGRESTINA SEMPRE COM SHOWS AO VIVO NO FIM DE SEMANA
E ALUGAMOS PARA EVENTOS, FONE: 99485-4192 OU 99768-3344.

segunda-feira, 28 de novembro de 2016

PREFEITO DE CARUARU É INVESTIGADO PELO MPF

O Ministério Público Federal (MPF) em Pernambuco, por meio da procuradora Natália Soares, abriu um inquérito para investigar a gestão do prefeito de Caruaru, José Queiroz (PDT), por suposta suspensão das atividades do referido Conselho Municipal de Alimentação Escolar de Caruaru neste ano. 

Segundo o MPF, há denúncias de conselheiros de que a Prefeitura foi responsável pela "falta de equipamentos, de funcionários e de um local para o desempenho das atividades do referido órgão". 

O MPF afirmou que a denúncia é grave, pois "a ausência de constituição e manutenção do Conselho Municipal de Alimentação Escolar pode ensejar recomendação ao FNDE, da suspensão dos repasses dos recursos do Programa Nacional de Alimentação Escolar-PNAE".

A procuradora enviou um ofício à Prefeitura, cobrando uma resposta em vinte dias, se os problemas persistirem. 

Ao final do inquérito, caso as irregularidades se comprovem, o MPF pode propor ação de improbidade administrativa contra os responsáveis na Justiça Federal.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.