COMUNICADO


COMUNICADO

Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve, em especial, aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem, como já ocorreu.

A DIREÇÃO

MUTIRÃO DA BIOMETRIA EM AGRESTINA

MUTIRÃO DA BIOMETRIA EM AGRESTINA
A Justiça Eleitoral informa aos eleitores de Agrestina que ainda não fizeram o seu recadastramento biométrico que, somente no período de 16/10/2017 a 15/12/2017, o atendimento será realizado sem necessidade de agendamento. Aproveite a última oportunidade do ano. O comparecimento é obrigatório para todos os eleitores, independentemente da idade, a fim de evitar o cancelamento do título de eleitor, problemas no CPF e bloqueio no recebimento de benefícios sociais como o Bolsa-Família, pensões e aposentadorias.

ACADEMIA UP FITNESS AGRESTINA

ACADEMIA UP FITNESS AGRESTINA

BARBEARIA TOK ESPECIAL EM AGRESTINA

BARBEARIA TOK ESPECIAL EM AGRESTINA

IVAN BEBIDAS EM AGRESTINA

IVAN BEBIDAS EM AGRESTINA

PHARMÁCIAS BOM JESUS

PHARMÁCIAS BOM JESUS

NOVA INTERNET A PIONEIRA EM AGRESTINA

NOVA INTERNET A PIONEIRA EM AGRESTINA

JACKSON CELL

JACKSON CELL

domingo, 26 de fevereiro de 2017

EQUIPE BRAVO DA OPERAÇÃO MALHAS DA LEI PRENDE DUAS MULHERES E APREENDE 30 QUILOS DE MACONHA EM CARUARU


Na tarde deste sábado (25), o Sargento Erivaldo, Cabo Jair, soldado João Neto e o Comissário Juliano da equipe Bravo da Operação Malhas da Lei, prenderam no Beco Eunice, no bairro Divinópolis,Monaliza Taisa da Silva, de 22 anos, que mora na casa onde foi presa e Jaqueline Helena da Silva, de 36 anos, residente na Rua Escrivã Marina da Silva, no Divinópolis e nas casas de ambas localizaram 36 tabletes de maconha, pesando aproximadamente 30 quilos da droga.

Ao chegar à entrada do referido beco, a equipe se deparou com a Jaqueline que havia saído da residência com uma bolsa plástica e um pacote dentro. Ao ser questionada sobre o que havia naquele pacote ela, respondeu que não era dela, que era de propriedade de sua sobrinha Monaliza, que reside no endereço da denuncia. Ao abrir o pacote se tratava de aproximadamente um quilo de maconha, em seguida os policiais seguiram até a residência onde foram encontrados mais 12 quilos da droga, a Monaliza confessou que em sua residência havia mais droga. Chegando em sua casa foi localizado o restante da droga, aproximadamente 36 tabletes que totalizaram 30 quilos de maconha.


As imputadas foram autuadas em flagrante por tráfico e serão apresentadas em audiência de custódia.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.