Alternativa FM ao-vivo

COMUNICADO


COMUNICADO

Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve, em especial, aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem, como já ocorreu.

A DIREÇÃO

ANUNCIE AQUI!

ANUNCIE AQUI!

PATROCINADORES

PATROCINADORES

ACADEMIA UP FITNESS AGRESTINA

ACADEMIA UP FITNESS AGRESTINA

BARBEARIA TOK ESPECIAL EM AGRESTINA

BARBEARIA TOK ESPECIAL EM AGRESTINA

IVAN BEBIDAS EM AGRESTINA

IVAN BEBIDAS EM AGRESTINA

AGRESTE EMPRÉSTIMOS

AGRESTE EMPRÉSTIMOS

POSTO E POUSADA ARAGUAIA E ÓTICAS CAROL EM AGRESTINA

POSTO E POUSADA ARAGUAIA E ÓTICAS CAROL EM AGRESTINA

PHARMÁCIAS BOM JESUS

PHARMÁCIAS BOM JESUS

NOVA INTERNET A PIONEIRA EM AGRESTINA

NOVA INTERNET A PIONEIRA EM AGRESTINA

JACKSON CELL

JACKSON CELL

terça-feira, 7 de fevereiro de 2017

MOTORISTA É AGREDIDO COM CORONHADAS E ASSASSINADO COM TIRO DE RIFLE EM CAETÉS, POR COMERCIANTE QUE PERMANECEU NO LOCAL VENDO A VITIMA AGONIZAR ATÉ MORRER



Atendendo determinação da Central de Operações do 9º BPM, a GT de Caetés, por volta das 16h50 de ontem (06.02.17), deslocou-se até o   Povoado de Ponto Alegre,  Zona Rural, Caetés, para averiguar a informações de um homicídio ocorrido na localidade.
Os militares quando chegaram ao local, encontraram o corpo do motorista JANAILSON NUNES DA SILVA, 33 anos, que residia no Sitio Grota, Município de Venturosa, o qual apresentava uma perfuração no tórax causada por um disparo de rifle calibre 44.
De acordo com as testemunhas que presenciaram o crime  a vítima estava trabalhando com seu caminhão, quando o acusado um comerciante de 40 anos, residente no  Povoado de Ponto Alegre, Zona Rural, Caetés, chegou conduzindo um Golf prata, com placa do estado do Paraná e  armado com um rifle calibre 44, desceu do veiculo e agrediu a vitima com várias coronhadas,  chegando a quebrar o cabo da arma,  em seguida efetuou um disparo contra o peito do motorista que já estava caído ao chão e ficou no local observando a vitima agonizar até morrer.
Sob ameaça de também serem mortas pelo acusado,   as pessoas que estavam no local  em estado de pânico, foram, impedidas de prestar ou solicitar socorro para a vitima.
Quando o acusado se certificou de  que JANAILSON,  já estava em óbito, deixou o local levando consigo um refém de nome JÂNIO.
O efetivo realizou diligências na área, mas não obteve êxito na localização do assassino.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.